Detentos fazem rebelião em presídio de segurança máxima no Acre

Rede de Rádios

Detentos fazem rebelião em presídio de segurança máxima no Acre

 

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma rebelião teve início na manhã desta quarta-feira (26) no presídio de segurança máxima Antônio Amaro, em Rio Branco.


Um policial penal foi atingido com um tiro de raspão na região ocular e encaminhado ao pronto-socorro. Segundo a Sejusp (Secretaria de Justiça Segurança Pública) do Acre, o homem está consciente e sem risco de morte. "O policial penal passou por procedimento de avaliação médica e encontra-se consciente e sem risco de morte", informou o governo em nota.


Um outro agente penal segue feito refém dos presos.

O motim teve início no pavilhão de isolamento do presídio quando 20 policiais penais realizavam a segurança do pavilhão. Ainda não há informações sobre as causas.


Não há confirmação de presos feridos até o momento, informou a Sejusp.


Servidores que já atuam nos atendimentos do sistema penitenciário que estariam de folga foram chamados e se apresentaram na Unidade Básica de Saúde do Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde, para fazer atendimentos, caso necessário, esclareceu o órgão.


Uma equipe foi mobilizada para prestar apoio e auxiliar o governo estadual durante a crise, informou a Secretaria Nacional de Políticas Penais, em nota.


A secretaria também disse que enviou operadores de inteligência ao estado.


"A Secretaria enviou operadores de inteligência que estão acompanhando de perto os acontecimentos. Além disso, cerca de 40 operacionais altamente capacitados da Força Tarefa da Senappen estão prontos para serem deslocados para a região, com o objetivo de reforçar as ações de controle da situação e garantir a segurança dos envolvidos, caso necessário", afirma nota da Senappen.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem