Palmeiras ganha terceira seguida, assume vice-liderança do Brasileirão e pressiona o Botafogo

Rede de Rádios

Palmeiras ganha terceira seguida, assume vice-liderança do Brasileirão e pressiona o Botafogo

 


A vitória sobre o Bahia foi a terceira consecutiva do Palmeiras no Brasileirão.

O Palmeiras conquistou uma importante vitória neste sábado para colocar um pouco de pressão sobre o Botafogo. O triunfo diante do Bahia por 1 a 0, gol de Raphael Veiga, no Allianz Parque, em São Paulo, reduziu para seis pontos o espaço entre o novo segundo colocado (53) e o líder do Campeonato Brasileiro (59). Claro que o Alvinegro ainda tem dois jogos por disputar em relação ao time do técnico Abel Ferreira, mas eles se enfrentam na quarta-feira, no Rio, em confronto direto.

A vitória sobre o Bahia foi a terceira consecutiva do Palmeiras no Brasileirão. A última vez que isso aconteceu foi em agosto, quando venceu Cruzeiro, Cuiabá e Vasco. A sequência positiva desta vez, que tem um implacável 5 a 0 sobre o rival São Paulo, fortalece o Alviverde no objetivo de tirar das mãos do Botafogo um título que parece certo e comemorar o bicampeonato.

A estratégia do Bahia prevaleceu durante boa parte do primeiro tempo. Rogério Ceni trocou sete peças em relação ao jogo com o Cruzeiro para ter uma equipe capaz de atuar com mais intensidade e segurar o Palmeiras. A formação com uma linha defensiva formada por cinco jogadores limitava o espaço da equipe do técnico Abel Ferreira.

Mas o Palmeiras é um time que tem paciência para entender o que é necessário para furar o bloqueio e qualquer vacilo do adversário costuma ser fatal. Não à toa, mesmo sem incomodar muito o Bahia, foi para o intervalo com 1 a 0 no placar. Endrick disparou pela direita, sofreu falta na entrada da área, mas o árbitro deu vantagem para Raphael Veiga, que acertou um belo chute rasteiro, no contrapé do goleiro Marcos Felipe.

Com vantagem, o Palmeiras fez o que mais sabe no segundo tempo: controlar o jogo. Sem forçar muito o ritmo, o time de Abel Ferreira criou algumas chances para ampliar o placar. O 1 a 0 ficou barato graças ao goleiro Marcos Felipe. O Bahia, de Rogério Ceni, pouco assustou Weverton, que saiu de campo com o uniforme praticamente limpo.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 0 BAHIA

PALMEIRAS - Weverton; Gustavo Gómez, Luan e Murilo; Mayke (Marcos Rocha), Fabinho (Jailson), Richard Ríos, Raphael Veiga (Artur) e Piquerez; Breno Lopes (Rony) e Endrick (Luis Guilherme). Técnico: Abel Ferreira.

BAHIA - Marcos Felipe; Cicinho, Gabriel Xavier, Kanu, Raul Gustavo (Diego Rosa) e Matheus Bahia (Lucas Mugni); Rezende, Acevedo, Luciano Juba (Camilo Cándido) e Ademir (Biel); Mingotti (Everaldo). Técnico: Rogério Ceni.

GOL - Raphael Veiga, aos 37 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Kanu, Fabinho e Everaldo.

CARTÃO VERMELHO - Acevedo.

ÁRBITRO - Rodrigo José Pereira de Lima (PE).

RENDA - R$ 2.226.993,59.

PÚBLICO - 33.747 pessoas.

LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo (SP).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem